Como fica a menstruação na Menopausa, causas e Tratamentos

Como fica a menstruação na MenopausaPara quem ainda não sabe, a menopausa nada mais é do que um período natural no qual a mulher passa por um processo fisiológico de migração do período fértil para o não fértil. Ela é caracterizada pelo fim dos ciclos menstruais e possui diversas fases.

O fato é que quando o assunto é esse, muitas mulheres se questionam sobre como fica a menstruação na menopausa. O fato é que nesse caso, os ovários, que estão envelhecendo, vão deixando de produzir hormônios e é por isso que a menstruação passa a apresentar alterações até que cessa completamente.

A constatação da menopausa só pode ser feita quando a mulher já se encontra há 12 meses sem fluxo menstrual. Isso porque durante o período pré-menopausa, os ciclos podem ficar bastante irregulares, inclusive ausentes por algum tempo, e depois retornarem ocasionalmente.

Climatério é o nome dado a esse período de transição, que representa justamente as adaptações do organismo feminino para passar do período reprodutivo para o não reprodutivo.

Então, os ovários vão, gradualmente, diminuído a produção de hormônios sexuais femininos, tais como progesterona e estrogênio, até que para completamente.

Vale lembrar ainda que a menopausa não é uma doença e sim um período normal e fisiológico pelo qual todas as mulheres passaram quando for a hora.

Nesse processo o organismo sofre alterações e transformações que precisam de atenção visto o aumento na possibilidade de surgimento ou agravamento de doenças já existentes.

O inegável é que no período que precede a menopausa, de fato, a menstruação tende a ficar muito irregular. Isso ocorre por causa das mudanças hormonais bruscas, que podem acontecer em maior ou menor intensidade.

Mais do que uma menstruação irregular na menopausa, a mulher ainda pode apresentar outros sintomas, como o popular fogacho, que são ondas de calor que atingem especialmente o tronco, pescoço e face. Além disso, ainda pode surgir irritabilidade, dores de cabeça, alterações do sono e outras.

Agora, vamos saber um pouco mais de detalhes sobre como fica a menstruação na menopausa.

Alterações menstruais na menopausa

Alterações-menstruais-na-menopausaComo já foi dito anteriormente, durante as fases iniciais da menopausa, é comum que a menstruação apresente irregularidades. Isso que dizer que a mulher pode não menstruar em um mês e no mês seguinte ter uma menstruação mais intensa.

Pode ocorrer até mesmo de o período menstrual se ausentar por mais de um mês e depois retornar, em maior, menor ou igual intensidade. Justamente por isso que só é determinada a menopausa quando a mulher passa 12 meses sem menstruar.

Tudo isso é causado pelas muitas alterações nos níveis hormonais, que também é a responsável pelas alterações nos ciclos e todos os outros sintomas que se apresentam.

Por esse motivo é que a mulher pode, por exemplo, passar 60 dias sem menstruar e depois o ciclo retornar. Então, vamos saber um pouco mais sobre como fica a menstruação na menopausa.

Vale lembrar, no entanto, que as alterações menstruais ocorridas são referentes ao período pré-menopausa, visto que a menopausa é caracterizada pela ausência total da menstruação. As alterações na menstruação que podem ser percebidas são as seguintes:

  • Intensidade da menstruação

Com a menopausa cada vez mais próxima, é possível que haja alterações na intensidade e duração dos ciclos. Com isso, pode ser que a menstruação permaneça por mais dias, mas em uma menor intensidade. Pode ser também que venha por menos dias e em maior intensidade.

Então, o que acontece é alteração na duração do ciclo, que pode ser maior ou menor, bem como na sua intensidade.

Todas essas mudanças no padrão do ciclo são causadas pelas alterações nos níveis hormonais e também pelo processo de parada ad ovulação feminina.

  • Atrasos menstruais

É muito comum que haja também um atraso no ciclo menstrual, porém isso não significa que a mulher não pode engravidar. Embora a produção e óvulos esteja em queda, eles ainda existem e podem ser fecundados em situação propícia para isso.

É por isso que, em caso de atraso, é sempre recomendado que a mulher realize um teste de gravidez a fim de descartar essa possibilidade e definir se o atraso é mesmo em decorrência do climatério e não de uma gestação.

O fato é que é grande o número de mulheres que acabam engravidando nesse período por que acreditam que não há mais a possibilidade de uma gestação por acharem que não são mais férteis e acabarem deixando os contraceptivos de lado.

  • Coágulos na menstruação

No climatério, é comum que as menstruações apresentem pequenos coágulos. No entanto, vale lembrar que caso eles se apresentem em uma grande quantidade, é preciso procurar orientação médica, visto que pode significar algum problema.

Corrimentos vaginais com traços de sangue também podem ocorrer entre um ciclo menstrual e outro.

O mais importante de tudo é ressaltar que seja qual for o sintoma, é sempre imprescindível contar com o acompanhamento de um médico, que irá avaliar se os eventos são normais ou atípicos, bem como tomar as devidas providencias.

Podem ocorrer sangramentos depois da menopausa?

Podem-ocorrer-sangramentos-depois-da-menopausaA menopausa, como já foi dito anteriormente, é o último sangramento que ocorre na vida da mulher. Isso é determinado através de uma análise dos últimos ciclos menstruais que a mulher apresentou.

Mais do que isso, a menopausa só é estabelecida de fato quando a mulher já passou um ano sem apresentar sangramento menstrual.

É sabido que popularmente, é considerado menopausa desde que se inicia a queda da produção de hormônios pelos ovários, mas isso não é o mais correto. Esses acontecimentos pertencem à fase do climatério, que precede a menopausa.

Então, é no climatério que ocorrem todas essas alterações menstruais que foram acima descritas.

Dessa forma, se a mulher teve seu último ciclo menstrual e já se passaram 12 meses depois disso sem que apresentasse ciclo, é improvável que ela vá apresentar sangramentos novamente.

O que acontece é que quando se considera o climatério, a mulher pode ficar 60 dias sem ciclos e depois voltar a menstruar. Nesse caso, não é considerado ainda que ela já está na menopausa.

Dessa forma, depois da menopausa não ocorrem mais sangramentos menstruais. Se por acaso você estiver apresentando sangramento, procure seu médico imediatamente para avaliar o problema.

Menstruação intensa pode ser um sinal de menopausa?

Sim, pode ser! Isso porque, como já foi dito anteriormente, o climatério é marcado por muitas alterações menstruais, incluindo o aumento dou diminuição na intensidade do fluxo.

Por isso, apresentar um ciclo menstrual mais intenso pode ser um sinal de que a menopausa está se aproximando sim.

Então, quando uma mulher pergunta como fica a menstruação na menopausa, a resposta é que ela simplesmente não existe mais, ou seja, a mulher não menstrua.

No entanto, como o climatério é considerado pela maioria como menopausa, pode-se dizer que a menstruação nesse período se torna irregular.

O mais importante é sempre contar com o acompanhamento médico para que seja possível passar por essa importante fase da melhor forma possível.

Pronto, agora você já sabe como fica a menstruação na menopausa e os sintomas mais comuns, bem como outros detalhes importantes desse processo fisiológico natural. Aproveite essas informações e boa sorte!

4.9 (97.14%) 7 votes

Leave a Reply