Dexametasona

4.8 (95.32%) 218 votes

Dexametasona: Para que Serve, Como usar e Efeitos colaterais

Geralmente indicada no tratamento de sintomas de vários tipos de doenças, como distúrbios reumáticos/artríticos, cutâneos, oculares, glandulares, pulmonares, sanguíneos e gastrintestinais, a Dexametasona é um anti-inflamatório e antialérgico muito recomendado pelos médicos.

Dexametasona é um anti-inflamatório, pertencente ao grupo dos corticosteroides, que pode ser utilizado para diversos fins, podendo ser encontrado nas farmácias em comprimido, creme e, até mesmo, pode ser injetado, em caso de inflamações graves.

Considerado um remédio super potente para combater reações alérgicas graves, infecções fúngicas sistêmicas, doenças reumáticas, doenças de pele, doenças no olho e região, doenças hormonais, edema cerebral, doenças gastrointestinais, entre outras.

Também conhecido no mercado como Decadron, a  Dexametasona é considerada um glicocorticoide sintético, muito recomendado na indústria farmacêutica por seus resultados anti-inflamatórios e seu efeito leve no organismo.

Por possuir princípios ativos bem fortes, a Dexametasona pode ter reações adversas que interferem no sistema nervoso, assim como, se usado de maneira desenfreada, pode desregular os sintomas da doença e atrapalhar o tratamento.

dexametasonaComo funciona

Por ser um anti-inflamatório esteroide, a Dexametasona impede o crescimento das células inflamadas no local afetado, agindo diretamente no processo de reprodução dessas células.

Seus resultados costumam aparecer rapidamente, por isso não pare de utilizá-lo sem a indicação médica, principalmente, se estiver em tratamentos de doenças mais graves.

E mais, além da eficácia e da cura rápida, ele pode ser comprado em creme para tratamento de alergias e infecções de pele e também em forma de comprimidos, para tratar de inflamações.

Dexametasona, na versão oral, é absorvida rapidamente e metabolizada pelo fígado de uma forma mais lenta que os outros corticoides, sendo eliminada pela excreção urinária e excreção renal.

A Dexametasona comprimido funciona fortalecendo o sistema imunológico e combatendo os mais variados tipos de alergias e infecções.

Mas, quando os danos causados por qualquer um dos problemas de saúde, acima citados, tomam proporções muito grandes, e o corpo necessita de uma dose maior de Dexametasona, então, o mais indicado é apelar para sua forma injetável. O contato direto com o sangue permite que a absorção da substância seja melhor e o efeito contra a inflamação ou alergia ainda mais positivo.

Indicação de dexametasona

A dexametasona costuma ser muito prescrita por médicos para tratamentos intensivos de curtos períodos, para as seguintes indicações:

  • Alergopatias: hipersensibilidade a medicamentos, asma brônquica, dermatite atópica, entre outras;
  • Dor de cabeça, dor de garganta, problemas na pele e no tratamento de pacientes no processo anti-inflamatório;
  • Pneumopatias: sarcoidose sintomática, tuberculose pulmonar disseminada ou fulminante, pneumonia aspirativa, entre outras;
  • Dermatopatias: psoríase grave, dermatite esfoliativa, pênfigo, entre outras;
  • Oftalmopatias: conjuntivite alérgica, herpes zoster oftálmico, neurite óptica, entre outras;
  • Doenças gastrintestinais no período crítico da colite ulcerativa regional;
  • Doenças reumáticas: artrite reumatoide, bursite aguda e subaguda, entre outras;
  • Edema cerebral;
  • Endocrinopatias: hiperplasia adrenal congênita, tireoidite não supurativa;
  • Estados edematosos aos princípios;
  • Hemopatias: anemia hemolítica adquirida, anemia hipoplástica congênita, entre outras;
  • Para tratamento paliativo de leucemia e linfomas (em adultos) e leucemia aguda (em crianças).

E não é tudo, outras doenças também podem se beneficiar dos poderosos princípios ativos de dexametasona, tais como: meningite tuberculosa, triquinose (quando há comprometimento neurológico ou miocárdico), manutenção de casos de lúpus eritematoso, entre outros.

Contraindicações

Como a maioria dos medicamentos, dexametasona também apresenta algumas contraindicações, são elas:

  • Pessoas com infecções fúngicas sistêmicas,
  • Pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula,
  • Mulheres grávidas, devem prestar atenção aos níveis das doses substanciais corticosteroides,
  • Lactantes devem tomar somente dosagens muito baixas.

Certamente, embora seja um medicamento muito eficaz em diversos tratamentos, assim como qualquer outro medicamento e, principalmente por ser  um anti-inflamatório, ele não deve ser administrado por conta própria, sem indicação e supervisão médica, pois ele contém várias reações adversas.

Efeitos Colaterais de Dexametasona

efeitos-colaterais

Assim como qualquer medicamento, a Dexametasona também contém efeitos colaterais. Por isso, toda atenção é pouca, no caso de perceber qualquer uma das reações abaixo relatadas, é fundamental procurar, imediatamente, seu médico. São essas reações:

  • Aumento de apetite,
  • Aumento de peso,
  • Convulsões,
  • Dores de cabeça,
  • Fraqueza muscular,
  • Glaucoma,
  • Hipersensibilidade,
  • Hipertensão,
  • Insuficiência cardíaca,
  • Irregularidades menstruais,
  • Mal-estar,
  • Retenção de sódio e de líquidos,
  • Soluços,E mais, é preciso ter muita atenção, pois as versões da dexametasona também podem ter efeitos colaterais diferentes. Por exemplo, na forma em pomada é possível surgir reações de irritações de pele e coceira, geralmente em casos de tratamentos mais longos.

Inchaço, enfraquecimento dos ossos e maior probabilidade de desenvolver infecções também são possíveis efeitos colaterais, porém, os mesmos só se manifestam se o uso do medicamento for incorreto, durante muito tempo ou com doses excessivas.

Por isso, é fundamental o acompanhamento médico, só um profissional qualificado poderá indicar a quantidade correta, horário e dosagem do medicamento, caso contrário, as reações do seu corpo podem ser bem piores.

Como consumir Dexametasona

tomar-remedioComo já foi dito, o medicamento só deve ser usado sob prescrição médica, só ele poderá indicar a melhor forma de uso para cada caso, devendo-se, portanto, respeitar a orientação e receita médica.

Assim como, qualquer outro medicamento, a dexametasona pode causar danos a saúde se utilizado de maneira irregular. Além disso, cada quadro necessita de um cuidado diferente, sendo necessário avaliar gravidade da inflamação e o estado de saúde do paciente para administrar as doses, que geralmente são diárias.

No caso do creme, feito à base de Dexametasona, o uso apresenta menos riscos, podendo ser feito sob orientação de um farmacêutico. Nesse caso, basta aplicar a pomada no local afetado por alergias e dermatites.

Lembrando que a dexametasona pode ser encontrada nas farmácias em diferentes formas: pomada, comprimido, injetável, xarope, elixir e colírio.

E vale saber que cada forma possui uma finalidade de tratamento, o creme, acetato de dexametasona, por exemplo, tem função de aliviar coceiras e inflamações e é de uso tópico.

Onde comprar Dexametasona

A Dexametasona, em qualquer uma de suas versões, pode ser encontrada em todas as farmácias, com valor que pode variar de R$ 5 até R$ 20, diferenciando o preço de acordo com a forma e a marca, se genérico, manipulado, injetável, creme, colírio, xarope, elixir ou em comprimido.

Nunca é demais lembrar que todo medicamento só deve ser utilizado com a devida prescrição médica.

Leave a Reply