Priligy funciona mesmo para Ejaculação precoce? Como usar, efeitos colaterais e como comprar

4.7 (94.78%) 23 votes

A ejaculação precoce é um problema que afeta um grande número de homens no mundo inteiro e todo mundo sabe que a pressa é a inimiga número 1 da perfeição.

Por isso, também podemos afirmar que pressa a prazer não possuem uma relação muito próxima.

O fato é que nos últimos anos vêm sendo realizadas inúmeras pesquisas a esse respeito. Com isso, foi possível constatar que cerca de 30% dos homens no mundo inteiro sofrem com o problema da ejaculação precoce.

remédio-para-ejaculação-precoce-priligyEssas pesquisas buscam encontrar uma forma de dar mais esperança para esse grande número de homens que são diariamente assombrados por um baixo desempenho sexual.

Foi pensando justamente nisso que a indústria farmacêutica deu origem ao Priligy, um medicamento a base de dapoxetina.

O fato é que a eficiência desse produto é tão grande que ele já se tornou muito popular, sendo também amplamente recomendado por médicos no mundo inteiro.

Então, se você quer saber um pouco mais sobre esse poderoso medicamento, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o Priligy. Vamos lá?!

O que é o Priligy?

Pois bem, o Priligy nada mais é do que um medicamento desenvolvido exclusivamente para o tratamento da ejaculação precoce, que afeta que grande número de homens no mundo inteiro.

O medicamento tem como base a dapoxetina, que nada mais é do que um inibidor de serotonina de curta duração.

Para quem não sabe, os baixos níveis de serotonina possuem uma ligação direta com a ejaculação precoce. Por isso o inibidor atua na receptação da serotonina no cérebro de homens que sofrem com essa disfunção.

O melhor de tudo é que esse medicamento se difere dos demais de sua categoria pois sua absorção é muito rápida, bem com a sua eliminação do organismo.

Isso quer dizer que o organismo irá tolerar muito bem o uso dessa medicação, podendo apresentar uma melhora muito importante nos problemas que causam a ejaculação precoce, tais como ansiedade, problemas pessoais, nervosismo e outros.

A sua forma de ação é bastante simples, atuando de forma direta no aumento dos níveis de serotonina. Com isso, ele irá inibir a receptação da mesma pelas células, que é o que normalmente causa a ansiedade.

Dessa forma, pode-se dizer que ele irá combater os altos níveis de serotonina do organismo, ajudando a prolongar a ereção, retardando orgasmo.

Para serve Priligy

PriligyO medicamento Prigily, seja ele de 30 ou 60 mg, serve para o tratamento da ejaculação precoce quando ocorre em homens com idade entre 18 e 64 anos de idade.

Esse medicamento também é conhecido como um genérico do Viagra, sendo que a sua composição tem como base a mesma substância, que é a dapoxetina.

O uso dele é bastante simples, bastando fazer uso de 30 mg por dia, que devem ser administradas de 1 até 3h antes da relação sexual, ou de acordo com a recomendação médica.

Se for preciso, a dose pode ser aumentada a um limite de 60mg por dia, desde que esse aumento seja recomendado por um médico, claro.

Vale lembrar ainda que, assim como qualquer medicamento, o uso de Priligy pode levar ao surgimento de efeitos colaterais, tais como náuseas, enjoos, tontura e outros.

Benefícios esperados de Priligy

O uso da dapoxetina, princípio ativo de Prigily vem apresentando resultados excelentes no seu uso para o tratamento da ejaculação precoce, sendo amplamente recomendada por médicos.

O principal fato sobre esse medicamento, é que ele atua diretamente sobre a função sexual, possibilitando obter e manter uma ereção por mais tempo.

Estudos revelam que o uso dessa substância pode melhorar a performance sexual de 200 a 300%.

A maneira de ação desse medicamento é bastante simples, pois ele simplesmente atua na inibição da receptação de serotonina. Assim, as células podem se comunicar com uma precisão maior, facilitando o momento da relação sexual.

Contraindicações

Priligy é um medicamento contraindicado para pacientes com doenças hepáticas ou cardíacas pré-existentes. Ele também não deve ser utilizado por pacientes com histórico de convulsão, mania ou depressão, bem como por pessoas que apresentem reação de hipersensibilidade à dapoxetina ou quaisquer componentes da sua fórmula.

Grupos de risco

grupo-de-riscoSão considerados grupos de risco os homens com mais de 65 anos de idade, ou que apresentem as doenças hepáticas, cardíacas, histórico de convulsões, mania ou depressão.

Priligy e outros medicamentos

Proligy é um medicamento de efeitos muito específicos. Por isso, não deve ser utilizado juntamente com outros medicamentos, tais como:

  • Medicamentos para tratamento de enxaquecas
  • Fármacos para tratamento de depressão
  • Tramadol
  • Triptofano
  • Hipericão
  • Lítio
  • Tioridazina
  • Linezolida

O médico ainda deve ser informado caso o paciente possua algum problema de saúde mental, se fizer uso de drogas recreativas, se tiver epilepsia, em caso de histórico de hipotensão artéria e se bebe álcool com regularidade.

No caso de fazer uso de medicamentos que são contraindicados no uso concomitante com Priligy, a recomendação é cessar o uso do medicamento, ficar 14 dias sem usá-lo e só então pode tomar o Priligy. Depois do uso de Priligy, espere mais 7 dias para retomar o uso desses outros medicamentos.

Efeitos colaterais e superdosagem

efeitos-colateraisAssim como qualquer medicamento, o uso da Dapoxetina pode levar ao surgimento de efeitos colaterais, que normalmente são rápidos e com intensidade moderada, não afetando a vida do homem.

Vale lembrar que essa substância possui uma semivida curta, o que diminui as possibilidades de reações adversas, tornando-a mais segura e eficaz. Agora vamos conhecer os efeitos colaterais possíveis.

  • Reações adversas comuns

Os homens que fazem uso desse medicamento estão mais propensos a manifestar um ou mais efeitos secundários comuns. Então, entre de 1 em cada 10 pessoas e 1 em cada 100 pessoas podem sentir náusea e dores de cabeça.

  • Reações adversas pouco comuns

1 em cada 100 homens ficará mais suscetível a manifestar efeitos adversos como: alterações no paladar, depressão, desorientação alterações circulatórias, coceira.

  • Reações adversas raras

No uso de Priligy, 1 em cada 10 homens podem apresentar reações adversas, tais como tonturas depois de realizar um esforço, urgência de defecar e episódio de sono súbito.

Mais do que isso, podem haver ainda reações adversas graves, tais como hipotensão arterial extrema, crises ou ataques convulsivos, alterações de humor e pensamentos suicidas.

Caso você apresente qualquer uma dessas reações, o médico deve ser imediatamente consultado e o uso do medicamento deve ser suspenso.

Dapoxetina o Priligy genérico

dapoxetina privily genéricoA dapoxetina é o princípio ativo do medicamento, enquanto Priligy é o seu nome comercial. Existem atualmente uma série de medicamentos que são feitos à base de dapoxetina, incluindo o famoso Viagra.

Posso comprar esse medicamento sem receita Médica

De forma nenhuma! A compra de medicamentos deve sempre ser encarada como algo sério, que realmente é! Por isso não se deve nunca fazer a compra de medicamentos sem que haja a prescrição de um médico para isso.

No caso de Priligy, vale essa mesma regra e o medicamento não pode e nem deve ser comercializado ou adquirido sem que tenha sido recomendado por um médico.

No entanto, existem sites online, como é o caso de EuroClinix, que podem ajudar com esse problema.

Isso porque ao solicitar a compra de um produto através desse site, você irá preencher um formulário completo que, posteriormente, será analisado por um médico certificado.

O médico então irá analisar se o produto escolhido atende as necessidades do cliente e se não causa nenhum tipo de prejuízo para a sua saúde.

Caso o médico analise e constate que o produto é adequado para o tratamento do paciente, será gerada uma receita médica para o mesmo e o produto é enviado diretamente para a casa do paciente em uma embalagem segura e discreta.

Vale lembrar que a averiguação de um médico é algo essencial, visto que o uso de Priligy possui contraindicações. Assim sendo, ele não pode ser utilizado por pacientes com história prévia de convulsões ou mania, patologias cardiovasculares ou de fígado, bem como em pacientes que apresentem reação de hipersensibilidade a dapoxetina.

Então, a compra do medicamento não pode acontecer sem que haja uma receita médica, mas sabemos que esse não é o assunto mais fácil de se tratar com um médico. Assim, não tem nada de errado procurar por um atendimento online e comprar o seu produto com a certificação de um médico legalmente certificado.

O fato é que esse tipo de serviço é muito confiável e já existe há muitos anos no mercado, sendo considerado o futuro das farmácias atuais, por causa da incrível praticidade e agilidade.

Então, não aceite o problema, afinal, ninguém é obrigado a viver condenado pela ejaculação precoce e com uma vida sexual insatisfatória. Aproveite essas informações e compre agora mesmo o seu Priligy.

Leave a Reply