Isotretinoina (Roacutan)

4.8 (95.81%) 43 votes

roacutan - IsotretinoinaO tratamento da acne e outras doenças de pele pode ser um verdadeiro problema que atinge não somente os adolescentes. Justamente por isso que existem medicamentos específicos para esses tratamentos, que ajudam a tratar o problema, como é o caso de Roacutan.

Então, se você quer saber um pouco mais sobre esse assunto, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse assunto. Vamos lá?!

O que é Roacutan (Isotretinoina)?

Roacutan nada mais é do que um medicamento que serve para o tratamento de formas severas de acne, incluindo nóculo-cistica e conglobata, bem como aquelas com risco de cicatrizes.

Ele também é indicado para casos de acne resistente a tratamentos prévios com antibióticos sistêmicos ou com medicamentos de uso tópico.

A fórmula de Roacutan é à base de isotretinoína, que é um derivado da Vitamina A. Seu tempo médio de ação é variável de 8 a 16 semanas.

Ele atua diretamente na regulação da oleosidade da pele, porém seu uso pode impor uma série de restrições ao paciente. Então, junto com o tratamento é necessário realizar exames com periodicidade e fazer o acompanhamento de reações adversas, que podem incluir até a queda de cabelos.

Quem pode usar?

Como dito acima, Roacutan é um medicamento indicado para os casos de acne mais graves, podendo ser acne facial ou corporal, especialmente quando outros medicamentos não apresentaram resultados,

Sendo assim, não é todo mundo que pode usar esse medicamento. A primeira coisa que deve ser analisada é a condição do paciente em relação ao problema, identificando se ele é mesmo grave e se outras alternativas já foram esgotadas.

Depois disso, se o caso do paciente for grave o suficiente para o uso de Roacutan, é preciso averiguar se ele não está no grupo para o qual o mesmo é contraindicado.

Essa contraindicação é para crianças com menos de 12 anos de idade, gestantes, lactantes e outros que vamos ver no tópico seguinte com maiores detalhes.

Contraindicações

Roacutan é um medicamento específico para o tratamento de casos severos de acne. Como não poderia ser diferente, seu uso possui contraindicações. São elas as seguintes:

  • Grávidas e lactantes

Roacutan é um medicamento contraindicado para mulheres grávidas ou que venham a engravidar durante o tratamento. Isso porque o seu uso pode causar falhas na formação da face do feto, bem como das orelhas, sistema nervoso, coração e outros.

O medicamento também é contraindicado para lactantes.

  • Contraindicado para pacientes que possuam alergia ao princípio ativo do medicamento (isotretinoína), bem como a quaisquer outros componentes da sua fórmula.
  • Por conter óleos extraídos da soja, o medicamento é contraindicado para pessoas que apresentam hipersensibilidade à soja.
  • Não deve ser indicado para pacientes com alergia à parabenos, que são utilizados na composição da cápsula)
  • Pacientes que apresentam aumento da vitamina A também não devem fazer uso desse medicamento. O mesmo vale para os pacientes com tetraciclinas ou valores lipídicos elevados.
  • Pacientes com deficiência hepática não devem fazer uso de Roacutan.

Outros nomes genéricos e comerciais

Quando falamos de medicamentos genéricos, é preciso lembrar que eles não possuem nome comercial, ou seja, basta procurar diretamente pelo princípio ativo do mesmo, que nesse caso é a isotretinoína.

Então, basta solicitar ao farmacêutico o medicamento genérico, sempre lembrando de conferir se a dosagem corresponde ao medicamento referência, que é o Roacutan.

Além disso, também é possivel encontrar medicamento similares, ou seja, que possuem o mesmo princípio ativo, mas são produzidos por outros laboratórios, porem possuem nomes comerciais. No caso de Roacutan podemos citar os seguintes:

  • Isotrat – Nova Química
  • Acnova – Germed Pharma
  • Isotrex – Stiefel

Vale lembrar que Roacutan não pode ser vendido sem receita médica. Então, com a receita em mãos, converse com o farmacêutico para uma melhor orientação.

Efeitos colaterais do Roacutan

efeitos-colaterais roacutanPrimeiramente é sempre importante ressaltar que Roacutan só deve ser utilizado sob recomendação médica. Assim como qualquer medicamento, o uso desse medicamento pode levar ao surgimento de reações adversas indesejáveis, requerendo um acompanhamento médico periódico no decorrer do tratamento.

Vale lembrar que algumas reações adversas são dose-dependentes, então é preciso que um profissional avalie o caso para que o risco-benefício se mantenha dentro do aceitável para o tratamento do caso.

Normalmente os efeitos adversos podem ser revertidos com uma mudança na dosagem ou com a suspensão do tratamento. No entanto, alguns podem persistir mesmo após.

A seguir, vamos conhecer as reações adversas que o uso de Roacutan pode causar, de acordo com a frequência em que acontecem. Veja:

Reações adversas muito comuns (que ocorrem com 10% ou mais dos pacientes que fazem uso de Roacutan):

  • Anemia
  • Aumento ou diminuição da contagem de plaquetas
  • Aumento na taxa de sedimentação
  • Inflamação da borda da pálpebra (blefarite)
  • Irritação ocular
  • Conjuntivite
  • Ressecamento ocular
  • Aumento reversível e transitório das transaminases hepáticas
  • Prurido
  • Fragilidade cutânea
  • Ressecamento da derme e lábios
  • Dores musculares (mialgia)
  • Dores articulares
  • Lombalgia
  • Aumento sérico de colesterol e triglicerídeos
  • Diminuição do colesterol HDL

Reações adversas comuns (que ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que fazem uso de Roacutan):

  • Redução do número de neutrófilos no sangue (neutropenia)
  • Cefaleia (dores de cabeça)
  • Ressecamento da mucosa nasal
  • Sangue na urina (hematúria)
  • Proteinúria

Reações adversas raras (que ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que fazem uso de Roacutan):

  • Depressão
  • Reações de hipersensibilidade cutânea
  • Hipersensibilidade sistêmica
  • Queda temporária dos pelos e cabelos (Alopecia reversível)

Reações adversas muito raras (que ocorrem com menos de 0,01% dos pacientes que fazem uso de Roacutan):

  • Infecções sistêmicas ou bacterianas causadas por microrganismos gram-positivos
  • Desenvolvimento de gânglios, especialmente na virilha, pescoço e axilas (linfadenopatia
  • Diabetes mellitus
  • Células brancas na urina
  • Aumentos do ácido úrico no sangue (hiperuricemia)
  • Elevação da pressão intracraniana
  • Alterações comportamentais
  • Suicídio
  • Tentativa de suicídio
  • Tontura
  • Convulsões
  • Letargia
  • Insônia
  • Desmaio
  • Parestesia
  • Distúrbios visuais
  • Visão turva
  • Catarata lenticular
  • Intolerância a lentes de contato
  • Opacidade córnea
  • Ceratite
  • Fotofobia
  • Papiledema com hipertensão intracraniana benigna
  • Diminuição da audição
  • Zumbido
  • Broncoespasmos (normalmente ocorre em pacientes com histórico prévio de asma)
  • Colite
  • Ileíte
  • Hemorragia gastrintestinal
  • Diarreia grave
  • Náuseas
  • Doença inflamatória intestinal (tal como a doença de Crohn)

Reações adversas sem frequência determinada:

  • Redução na contagem de células brancas no sangue
  • Alterações das células vermelhas
  • Reações alérgicas
  • Infecções
  • Irregularidades menstruais
  • Alterações urogenitais não determinadas
  • Doença trombótica vascular
  • Perda de peso
  • Diminuição da espessura dos fios de cabelo

Reações adversas constatadas no período de pós comercialização:

  • Eritema multiforme
  • Síndrome de Stevens-Johnson
  • Necrólise epidérmica tóxica
  • Infarto cerebral

Foram relatados ainda alguns casos sérios de rabdomiólise, que frequentemente levara à internação e evolução para quadro fatal, especialmente em pacientes que se submeteram a atividades físicas intensas.

Sempre informe ao médico, farmacêutico ou cirurgião-dentista sobre o surgimento de qualquer tipo de reação adversa decorrente do uso de Roacutan.

Como conduzir um tratamento eficaz com Roacutan   

depoimento-roacutanPara que se possa obter os resultados que esse medicamento pode oferecer, as cápsulas devem ser administradas por via oral de uma a duas vezes por dia.

As mesmas devem ser inferidas inteiras, ou seja, as cápsulas não devem ser abertas, mastigadas ou cortadas.

Normalmente, o tratamento com esse medicamento se inicia com uma dosagem de 0,5mg/kg por dia. Para a maioria dos pacientes uma dosagem entre 0,5 e 1,0 mg/kg por dia é suficiente.

No entanto, pacientes com casos mais graves ou acne no tronco, podem necessitar de doses mais altas de até 2,0 mg/kg por dia.

Vale lembrar que a soma de todos as cápsulas ingeridas em um dia (dose acumulada) entre 120 e 150 mg/kg tem se mostrado eficiente na prevenção do reaparecimento do problema.

Já no que diz respeito à duração do tratamento, isso pode variar de acordo com a dose diária. Normalmente a resolução do problema ou diminuição completa desses sintomas se apresenta entre 16 e 24 semanas de tratamento.

No caso de pacientes que apresentam maior intolerância à dose recomendada, é possível seguir o tratamento por mais tempo com doses menores.

Em grande parte dos pacientes, é possível obter uma resolução completa do problema com um tratamento único. Essa melhora ainda pode ser vista até 8 semanas depois do término do tratamento, ou seja, a melhoria continua acontecendo. Antes desse período, um novo tratamento não deve ser iniciado.

Caso esqueça de tomar uma das doses do seu tratamento em um dia, a recomendação é ingerir a dose prescrita normalmente no dia seguinte, ignorando a dose esquecida, ou seja, nunca deve-se dobrar a dose.

Se tiver qualquer tipo de dúvida sobre o uso de Roacutan, procure a orientação de um farmacêutico, médico ou cirurgião-dentista.

Sempre siga as orientações médicas, respeitando as doses, horários de toma e duração do tratamento que foram prescritas e nunca interrompa o seu tratamento sem que haja conhecimento médico.

Pronto, agora você já sabe tudo sobe Roacutan, como usar, para que serve, reações que pode causar e todos os detalhes importantes. Consulte seu médico e boa sorte!

 

Leave a Reply